domingo, 22 de agosto de 2010

III GEAS - Encontro do Grupo de Estudos Avançados de Sociolinguística

GEAS

Grupo de estudos de alunos da PPGL/UnB. O foco do GEAS é a congregação entre os estudos de linguagem, sociedade e ensino de língua portuguesa. O objetivo deste blog é divulgar os encontros do GEAS e manter um canal de comunicação entre os integrantes do grupo e os visitantes dos encontros.

III GEAS - PROGRAMAÇÃO PRÉVIA

Encontro do Grupo de Estudos Avançados de Sociolinguística
22 a 24 de setembro de 2010
Local: Auditório da Biblioteca Central da UnB - 1o subsolo - Campus Darcy Ribeiro
Gratuito e aberto à comunidade

DIA 22/09/2010 (QUARTA-FEIRA)

8h20 – 8h40 – ABERTURA
Profa. Dra. Heloisa Salles (Coordenadora do PPGL/UnB)

8h40 – 10h – GRUPO TEMÁTICO 1
Coordenadora: Heloísa Salles (UnB)

8h40 – 9h – Bilinguismo dos surdos: contato linguístico e aquisição de português como L2 - Heloísa Salles (UnB) e Lílian Pires (UnB)
9h – 9h20 – O papel da escola na construção da identidade bilíngue dos surdos - Heloisa Salles (UnB) e Rosana Cipriano Jacinto (UnB)
9h20 – 9h40 – Sobre a relação entre pesquisas sociolinguisticas e gerativistas na investigação dos fenômenos relacionados ao sujeito pós-verbal no português do Brasil - Eloísa Pilati (UnB)
9h40 – 10h – Aspectos sociohistóricos do Centro-Oeste e a constituição do português brasileiro - Dalmo Vinicius Coalho Borges (UnB)

Acessem: http://geasunb.blogspot.com/

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

“Seminário de Educação de Surdos: desafios e perspectivas”

A Gerência de Educação Especial/DEPPE/SGPIE/SEEDF, CAS e APADA/DF promovem o Seminário de Educação de Surdos: desafios e perspectivas.

A Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, por meio de sua Gerência de Educação Especial, do Centro de Atendimento ao Surdo – CAS e a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos – APADA realizarão o “Seminário de Educação de Surdos: desafios e perspectivas”, no auditório da UPIS (712/912 Sul), nos dias 19/08, 16/09, 21/10 e 18/11, nos turnos matutino e vespertino. O objetivo deste evento é a discussão das práticas atuais da educação de estudantes surdos/deficientes auditivos entre professores, pesquisadores e especialistas das áreas de Lingüística, Educação e Psicologia a fim de que sejam abordadas as experiências de sucesso, as problemáticas e as perspectivas para a melhoria na qualidade deste atendimento educacional especializado. Participarão deste evento os professores desta Secretaria de Estado de Educação que atuam no atendimento educacional dos estudantes surdos/deficientes auditivos, os coordenadores das Diretorias Regionais de Ensino, além dos convidados da Gerência de Educação Especial. No Seminário serão discutidos os temas: bilingüismo, interpretação educacional, o ensino de ciências exatas e o português como segunda língua para surdos.
Maiores informações
Gerência de educação Especial/SEDF
Núcleo de Apoio aos Estudantes com deficiência sensorial (NADES)
(61) 3901-3246/3901-3239
nades.dee@gmail.com
Centro de Atendimento ao Surdo (CAS)
(61) 3346-5363
Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos (APADA)
(61) 3346-8025
apada@apadadf.org.br

quarta-feira, 30 de junho de 2010

VII CMELP

VII COLÓQUIO NACIONAL DE METODOLOGIA DE ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E DE LITERATURA(VII CMELP)
Local: Campus de Pau dos Ferros da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), nos dias 11, 12 e 13 de agosto de 2010

Haverá uma comunicação sobre Educação de Surdos, em um dos GT's.

Para maiores informações, favor entrar em contato nos endereços ou telefones abaixo:
E-mail: viicmelp@yahoo.com.br
Blog: http://viicmelp.blogspot.com/
Twitter: http://twitter.com/viicmelp
Orkut: http://www.orkut.com.br/- Acessar Comunidade: VII CMELP no CAMEAM/UERN
Telefone(s): (84) 3351.2560 ou 2275 – FAX (84) 3351.3909

quinta-feira, 24 de junho de 2010

X CONGRESO LATINOAMERICANO Y V NACIONAL DE EDUCACIÓN BILINGÜE PARA PERSONAS SORDAS

X CONGRESO LATINOAMERICANO Y V NACIONAL
DE EDUCACIÓN BILINGÜE PARA PERSONAS SORDAS


Fecha : 30 de septiembre 1 y 2 de octubre de 2010
Lugar : Santiago de Chile
Objetivos: Promover el intercambio de experiencias educativas actualizadas y de la investigación, en el campo de la Educación Bilingüe y Cultura de las Personas Sordas.

sábado, 24 de abril de 2010

Indicadores sócio-educacionais da investigação do bilinguismo dos surdos

Adriana Cristina Chan-Vianna (UnB)
Rosana Cipriano Jacinto (UnB)
Heloisa Maria Moreira Lima Salles (UnB)

O estudo investiga a situação lingüística dos surdos, tendo como hipótese
de trabalho o bilingüismo cognitivo e social, e como fundamento
para a constituição do objeto empírico a utilização de indicadores
sócio-educacionais no âmbito da educação formal. Serão considerados
instrumentos de avaliação obtidos em programa de capacitação
de professores da Educação Básica. Propõe-se que a avaliação
das ações dessas capacitações evidencia a necessidade de se construir
o conhecimento por meio de ações conjuntas, em que a prática pedagógica
incorpora a contribuição da pesquisa científica, criando por
seu turno as condições para que sejam testadas as hipóteses e avaliados
os resultados. Considerando a perspectiva dos professores engajados
no referido programa, que atuam em diferentes estados da federação,
identificam-se demandas e perfis que compõem o cenário
da educação de surdos em nosso País. Nesse sentido, o uso de indicadores
sócio-educacionais na investigação científica da situação
lingüística dos surdos permite fazer previsões e extrair subsídios para
a intervenção social e educacional qualificada.

Fonte: http://www.filologia.org.br/xiicnlf/resumos/PDF/Indicadores%20s%C3%B3cio-educacionais%20na%20investiga%C3%A7%C3%A3o%20do%20biling%C3%BCismo%20dos%20surdos%20-%20ADRIANA.pdf

Formação de professores para o ensino de língua portuguesa para surdos

Rosana Cipriano Jacinto (UnB)
Celeste Azulay Kelman (UnB)
Heloisa Maria Moreira Lima Salles (UnB)

A formação de professores para o ensino de língua portuguesa como
L2 para surdos, voltada para a educação bilíngüe no âmbito da educação
formal apresenta muitas dificuldades referentes às práticas pedagógicas,
suas concepções sobre a educação deste aluno e o que
pensam sobre os mesmos, considerando sua condição lingüística. No
âmbito de programa de capacitação de professores de surdos, realizado
pela UnB, em parceria com a APADA/DF, com apoio da SEESP/
MEC e de Secretarias Estaduais de Educação, nas diferentes unidades
da federação, desenvolveu-se estudo no sentido de elaborar
diagnóstico da situação vivenciada por esses profissionais. Foram aplicados
questionários aos participantes do programa, a serem examinados
por metodologia qualitativa de análise, com vistas a fornecer
subsídios à pesquisa na área educacional e de lingüística. O presente
estudo aborda um recorte dessa pesquisa maior e envolve a análise
das respostas fornecidas por vinte e cinco professores da Rede
Pública Estadual de Sergipe, quando solicitados a responder a cinco
perguntas abertas voltadas para suas práticas, crenças e concepções,
tendo sido enfatizada a questão relativa às maiores dificuldades encontradas
em sala de aula em relação aos alunos surdos. Foi utilizado
o critério de Análise de Conteúdos (Bardin, 1977), tendo a análise
dos dados evidenciado que as dificuldades encontradas em sala de
aula estão intimamente relacionadas à falta de interesse e participação
dos pais e à falta de domínio da Língua Brasileira de Sinais pelos
professores. A ausência ou precariedade de uma língua comum que
sirva como mediadora do conhecimento que circula pela sala de aula
termina por desencadear outras dificuldades relativas à comunicação
entre professor e aluno.

Fonte: http://www.filologia.org.br/xiicnlf/resumos/PDF/Forma%C3%A7%C3%A3o%20de%20professores%20para%20o%20ensino%20de%20l%C3%ADngua%20portuguesa%20-%20ROSANA.pdf

Livro: Bilinguismo dos Surdos - Questões Lingüísticas e Educacionais


Esta obra, resultado do trabalho de pesquisadores renomados, trata da
complexa situação lingüística e educacional de bilingüismo da pessoa surda.
Para isso, discute problemas relacionados à transcrição das línguas de sinais
(em busca de padronização); apresenta, de modo elucidativo as várias questões
envolvidas na elaboração dos dicionários bilíngües e semi-bilíngües; analisa
questões atinentes a propriedades morfossintáticas da interlíngua de surdos
aprendizes de português (escrito), bem como o uso de ferramentas educacionais
no desenvolvimento de conceitos científicos no processo de aquisição dessa
segunda língua. A discussão acerca da lexicografia mostra as contribuições
que os dicionários podem dar aos surdos-aprendizes de português escrito, bem
como aos ouvintes-aprendizes de Libras, revelando, ainda, os avanços
significativos proporcionados pela informática na representação das línguas
de sinais. Aprofundando a compreensão do tema, a obra ressalta a importância
da educação lingüística como atributo da cidadania.

Livro: Ensino de Língua Portuguesa para Surdos - Caminhos para a prática pedagógica

Esta publicação tem como objetivo apoiar e incentivar a formação de professores de língua portuguesa da Educação Básica, oferecendo subsídios para o ensino de língua portuguesa como segunda língua para surdos.

A versão eletrônica destes livros está disponível no site MEC em formato TXT e PDF.