terça-feira, 20 de março de 2012


Livro: Estudos gerativos de língua de sinais brasileira e de aquisição de português (L2) por surdos

Hoje em dia, diferentemente do que acontecia no século XIX, não se aceita mais qualquer separação entre as línguas humanas baseada em critérios de pureza ou fineza. Também, no que diz respeito às línguas de sinais, a linguística tem mostrado que línguas de sinais são línguas humanas naturais, que, como as línguas orais, são dotadas de uma gramática altamente sofisticada, que emergem espontaneamente em comunidades de surdos, e que são adquiridas naturalmente por crianças surdas a elas expostas. Esse novo rumo tomado pela linguística a respeito das línguas de sinais tem contribuído imensamente para o estabelecimento de uma nova consciência surda. Este livro, ao tratar de alguns dos temas considerados fundamentais para o entendimento da gramática das línguas sinalizadas, tem o valor de fazer avançar a descrição da língua de sinais brasileira e, com isso, prestar uma contribuição à linguística, à comunidade surda e à sociedade em geral.


http://www.canoneeditorial.com.br/canoneeditorial/cat_linguistica05.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário